Blog da Pontte

No Blog da Pontte você encontra dicas sobre empréstimo, finanças, empreendedorismo e todas as informações sobre crédito imobiliário.

Giro de estoque: o que é e como gerenciá-lo na sua empresa

O giro de estoque é uma técnica fundamental para a gestão de armazenagem. Saber fazer esse cálculo garante que não sobrem e nem faltem insumos. 

Como resultado, fica mais fácil analisar a frequência de vendas, os produtos mais solicitados e aqueles que ficam estocados por mais tempo, e também favorece um diagnóstico preciso sobre o perfil de compra dos seus consumidores.

Mas saber o que é giro de estoque ainda permite que você foque em uma gestão segura e econômica para adquirir novas mercadorias. 

Você vai entender melhor esse e outros pontos relacionados à gestão de estoque nos próximos tópicos! Acompanhe:

  1. O que é giro de estoque?
  2. Como calcular o giro de estoque?
  3. Importância de calcular o giro de estoque
  4. Qual o melhor giro de estoque?
  5. Como aumentar o giro de estoque?
  6. Como fazer controle do estoque
  7. Conclusão

O que é giro de estoque?

Empreendedores fazendo giro de estoque em notebooks sobre uma mesa

Como destacamos acima, o giro de estoque ajuda a monitorar o desempenho do estoque de uma empresa. 

Para isso, sua análise precisa se pautar pelo número de itens armazenados e aqueles que foram vendidos em determinado período de tempo. 

Consequentemente, você pode obter uma avaliação sobre a saúde financeira do empreendimento. 

Afinal, é possível identificar o número de vezes que uma determinada mercadoria gira (ciclo de compra e de venda para o consumidor) por ano — e o tempo médio que esses mesmos produtos ficam estocados.

Como calcular o giro de estoque?

Vamos entender a importância de saber esse número com base em um exemplo:

  • Estoque médio com 1.000 itens;
  • Vendas totais acumulam 10.000 unidades por ano;
  • A fórmula para calcular o giro de estoque é 10.000 / 1.000 = 10.

Ou seja: são 10 giros ao ano necessários. Além disso, você pode descobrir a média de dias para essa rotatividade. Basta dividir o número de dias do ano pelos giros obtidos do exemplo acima.

Dessa maneira, temos 365/10 = 36,5. O que significa que a cada cinco semanas, mais ou menos, ocorre uma reposição do estoque.

Empreendedores demonstrando em notebooks como calcular giro de estoque

Importância de calcular o giro de estoque

Agora que como se calcula o giro de estoque, você deve ter percebido como a sua gestão financeira pode ser beneficiada. Afinal, são números que traduzem o momento ideal para investir em novas matérias-primas ou mercadorias.

E isso tem tudo a ver com um bom planejamento para reduzir custos com o armazenamento de produtos e com o investimento adequado em cada um deles com base na rotatividade desses itens.

Além disso, estrategicamente, esse é um dado relevante para que você conheça a demanda do seu público-alvo e planeje ações para impactá-lo com ações personalizadas.

No sentido oposto, uma gestão equivocada pode causar prejuízos e problemas. Imagine um estoque parado por tempo demais, por exemplo: é um dinheiro estagnado que poderia ser usado de maneira mais assertiva.

Qual o melhor giro de estoque?

Se o cálculo que mostramos anteriormente gerar um resultado inferior a 1, você tira algumas certezas dele: existem produtos no estoque que não tiveram ciclos renovados.

Mas também é fundamental entender a variação do giro de produtos — como alimentos perecíveis, que têm rotatividade elevada por conta de suas próprias características. Um número que vai contrastar em oposto com móveis (como um sofá), cuja rotatividade e ciclo de giro são menores.

Então, considere o melhor giro de estoque dentro das características da sua mercadoria para, assim, fazer o investimento ou a captação de recursos necessária para adquirir esses produtos.

Estoque alto

Essa estratégia é mais interessante para produtos que tenham um alto giro de estoque. Mas para entender isso, em primeiro lugar, você deve compreender qual é o ciclo e o tempo de renovação de estoque na sua empresa para identificar a quantidade de armazenamento.

Estoque baixo

Calcular o giro de estoque, aqui, também permite que você armazene menos itens, mas entenda o momento ideal para adquirir novos produtos e evitar, com isso, que eles fiquem estagnados por tempo demais no seu estoque.

Como aumentar o giro de estoque?

O que você pode fazer para promover a sua gestão de estoque? Siga as dicas que separamos sobre o assunto!

Gestão de inventário

Cadastre toda mercadoria que chega à sua empresa e também registre todas as saídas. Esse passo é primordial para identificar o giro de estoque na sua empresa.

Diminuição do estoque

A diminuição de estoque é uma estratégia de alinhar a demanda da sua empresa com a quantidade de produtos armazenados.

Pois não faz sentido manter 200 unidades de determinado produto, por exemplo, se a quantidade dessa mercadoria não gera um ciclo de renovação ao longo do ano.

Sabendo a média de vendas em determinado período ajuda a manter seu estoque suficientemente abastecido e em alta rotatividade o tempo inteiro. Além de garantir menos riscos para a saúde financeira da empresa e para a manutenção do estoque.

Aumentar rotatividade de produtos

Uma boa estratégia para aumentar a rotatividade de produtos é a realização de promoções.

Assim, você pode fazer uma liquidação do estoque de produtos parados e acelerar uma nova renovação do ciclo da mercadoria.

Planeje as compras

Baseie-se em dados do cálculo de giro de estoque para ir às compras.

Vale os exemplos que temos citado por aqui: não compre além do necessário. Se você compreende a rotatividade de cada mercadoria é possível manter um número alinhado com a realidade para que você nunca fique em falta e tampouco tenha itens em excesso armazenados.

Não compre mais sem necessidade

Essa dica serve como um complemento ao tópico acima: se você planeja as compras, não há necessidade de adquirir acima da demanda para o período.

Por exemplo: se você vender 300 unidades de um produto a cada 3 meses, não há motivos para comprar 1.500 unidades para o mesmo período. Isso só tende a causar prejuízos e dificuldades para equilibrar as contas do seu empreendimento, podendo acumular dívidas.

Como fazer controle do estoque

A grande dica que apresentamos para isso é a gestão do inventário e o monitoramento de suas vendas. 

São dados que se refletem diretamente na necessidade do seu giro de estoque e, consequentemente, permitem uma gestão mais segura e alinhada à realidade do seu negócio.

Inclusive, você pode ter mais controle sobre o orçamento e as suas despesas se usar a necessidade de investimento de maneira estratégica.

Para isso, convidamos você a conhecer a solução de empréstimo para empresas da Pontte!

Com a nossa modalidade de empréstimo, você usa seu imóvel como garantia e garante as taxas mais baratas do mercado, além da possibilidade de flexibilização no pagamento das parcelas, permitindo que você planeje o giro de estoque, e invista de maneira segura e alinhada com o seu planejamento financeiro.

E isso tudo com taxas a partir de 0,79% ao mês + IPCA, e prazo entre 60 e 240 meses!

Conclusão

O giro de estoque é uma técnica de compreensão da quantidade de itens vendidos e armazenados em determinado período. Isso ajuda a conhecer melhor o perfil do seu cliente, mas diz muito também sobre a sua gestão financeira.

Afinal, saber o resultado preciso garante uma gestão de estoque eficiente, sem excessos e riscos de perder vendas.

Pontte

Pontte

Somos uma Fintech de Crédito Imobiliário. Oferecemos Empréstimo com Garantia de Imóvel e Financiamento Imobiliário com parcelas flexíveis e controle do contrato. Crédito que se adapta a você, e não o contrário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *