Blog da Pontte

No Blog da Pontte você encontra dicas sobre empréstimo, finanças, empreendedorismo e todas as informações sobre crédito imobiliário.

Qual a diferença entre Empréstimo e Financiamento e como escolher?

Existem algumas semelhanças, mas, apesar das palavras financiamento e empréstimo parecerem sinônimos, são opções de crédito bem diferentes.

Aliás, essa é uma das principais dúvidas de quem começa a pesquisar por crédito. Neste texto, vamos explicar a diferença entre empréstimo e financiamento. Acompanhe!

Aqui na Pontte, você define quando vai começar a pagar seu empréstimo e ainda tem carência de até seis meses. Faça uma simulação!

O que é Financiamento?

Para entender a diferença entre empréstimo e financiamento, primeiramente, é necessário compreender do que se trata cada modalidade.

As pessoas optam pelo financiamento quando precisam comprar um bem que custa caro e não possuem o dinheiro todo para realizar o pagamento à vista.

O processo de financiamento geralmente é feito por bancos ou instituições financeiras, que pagam ao vendedor o valor total a ser financiado e depois cobram esse valor de quem está comprando, com o acréscimo de juros e outras taxas.

Esse tipo de crédito é oferecido para a compra de um bem que já estava definido anteriormente em contrato e o dinheiro deve ser utilizado exclusivamente para este fim. 

Os tipos mais comuns de financiamento são os de compras de imóveis, carros e maquinários.

Como esta modalidade de crédito foi criada para facilitar a compra de bens de alto valor, a empresa que está financiando o bem poderá tomá-lo em caso de inadimplência.

Por exemplo: se você financiou o pagamento de um carro e deixou de pagar as parcelas, poderá perdê-lo, já que ele só vira sua propriedade de fato quando você paga a última parcela do financiamento. 

O financiamento é uma modalidade de empréstimo bastante comum, mas é preciso ter cuidado e prestar atenção nas taxas que serão cobradas.

Pesquise e compare valores entre empresas diferentes e faça o cálculo do custo efetivo total (CET)

Quais os Tipos de Financiamentos? 

Como vimos, existem vários tipos de financiamento disponíveis no mercado que servem para atender diferentes necessidades de compra.

Conheça os principais antes de descobrir a diferença entre empréstimo e financiamento:

Financiamento Imobiliário 

O financiamento imobiliário é uma forma de pagamento de longo prazo, muito popular no Brasil. É opção para compra de imóveis novos e antigos. Também pode ser usado para aquisição de lotes ou construções e reformas.

Geralmente, é feito pela Caixa Econômica Federal, por meio de programas voltados à venda de casas populares, que facilitam a compra de um imóvel próprio por parte de pessoas de baixa renda.

Porém, também é possível financiar diretamente com as construtoras e até resgatar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para quitação do financiamento.

Financiamento de Veículos 

O financiamento de automóveis opera de duas maneiras diferentes: CDC e leasing.

O CDC é um método de financiamento tradicional, em que as instituições credoras compram ativos em seu nome e geram um acordo de pagamento.

Já o leasing é um método diferente. Você solicita o financiamento, porém o carro  permanece em nome do credor até que você conclua o pagamento de todas as parcelas. Geralmente, essa modalidade oferece taxas de juros menos agressivas.

Financiamento Empresarial 

Assim como ocorre com a captação de recursos para pessoas físicas, trata-se de um investimento temporário por parte de instituições financeiras que tem por objetivo auxiliar na aquisição de ativos específicos.

Portanto, algumas instituições emprestaram certa quantia à empresa para que esta possa obter os bens que deseja, como compra de direitos de franquia, de equipamentos e máquinas.

Após um período de tempo, o credor precisa devolver o dinheiro parcelado por meio de um acordo pré-determinado, com definição de juros, taxas e multas.

Financiamento Estudantil

No financiamento estudantil, o aluno contrata o serviço e recebe dinheiro suficiente para pagar as mensalidades da faculdade. Ao final do curso, ele deverá devolver o valor pago com juros.

Existem duas principais modalidades: o financiamento privado e o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), programa do Governo Federal que oferece menores taxas de juros, mas possui vagas limitadas.

Agora que já sabe de forma clara o que é financiamento, é hora de entender mais sobre o empréstimo. Somente desta forma você conseguirá ter clareza sobre a diferença entre empréstimo e financiamento.

O que é Empréstimo?

Podemos dizer que o empréstimo é mais indicado para situações que não tenham um direcionamento específico do valor.

Você pode usar o empréstimo para quitar dívidas mais caras, abrir um negócio, investir em educação, entre outras possibilidades.

Quando alguém começa a pesquisar por empréstimo, uma boa dica é se planejar e adotar boas práticas para fazer a melhor escolha e não cair em golpes.

É muito importante que você conheça as opções do mercado para saber qual se encaixa no seu perfil. Diferente do financiamento, o valor liberado no empréstimo não tem restrições e, como não está vinculado a compra de nenhum bem, você pode utilizá-lo da forma que achar melhor. 

Quais os Tipos de Empréstimos?

O mercado financeiro oferece diferentes tipos de empréstimos, cada um com suas características, vantagens e desvantagens. Conheça os principais:

Crédito Pessoal

É a modalidade mais simples do mercado, geralmente oferecida por bancos, fintechs e instituições financeiras no geral. As regras, juros e prazos variam bastante conforme a empresa escolhida.

De modo geral, esses empréstimos podem ser usados da forma como você preferir, sem que haja necessidade de especificar o destino. Contudo, você estará sujeito a análise de crédito para que o empréstimo seja aprovado. 

Para contratar, basta realizar uma simulação para conferir prazos e taxas de juros. Vale ressaltar que os juros costumam ser mais altos nesta modalidade, já que o risco de inadimplência é maior.

Empréstimo Pré-aprovado

São empréstimos pessoais que já estão pré-aprovados por bancos e financeiras, com base em seu perfil e podem ser solicitados a qualquer momento, sem burocracia.

A contratação é rápida, basta solicitar diretamente pela internet. Contudo, é importante ficar atento aos juros, prazos e tarifas. Como já estão pré-aprovados, não costumam oferecer possibilidade de negociação e as taxas são tão altas quanto do empréstimo pessoal.

Empréstimo com Garantia de Imóvel 

emprestimo-e-financiamento-diferencas

Muito comparado com o financiamento para compra de imóveis, porém há diferença entre empréstimo e financiamento.

Nesta modalidade, também conhecida como home equity, você solicita um crédito e coloca um imóvel como garantia do pagamento das parcelas. 

Como existe essa garantia de que o pagamento será feito, as empresas conseguem cobrar taxas bem menores do que no empréstimo pessoal, além de possibilitar prazos mais longos e créditos maiores. Essas são as grandes vantagens da modalidade!

Diferente do que muitos pensam, o imóvel não sairá do seu nome, apenas será colocado em alienação fundiária. Você poderá continuar utilizando seu bem normalmente e a instituição financeira será co-proprietária da sua casa ou apartamento.

Quais as Diferenças Entre Empréstimo e Financiamento?

Agora que já conhece mais sobre as duas modalidades, é hora de compreender as diferenças entre empréstimo e financiamento. Confira:

Finalidade 

O financiamento possui uma finalidade específica, com objetivo já definido e alinhado junto à instituição financeira, como a compra de um imóvel ou carro. Já para a contratação de empréstimos, você não precisa informar como gastará o crédito.

Praticidade 

Por conta das finalidades já pré-estabelecidas, que geralmente envolvem a compra de bens de valores maiores, o financiamento é um pouco mais burocrático que o empréstimo. Isso porque você precisará entregar alguns documentos para comprovar como irá gastar o dinheiro.

Juros 

Por ter um objetivo certo, as taxas de juros do financiamento costumam ser menores quando comparadas ao crédito pessoal. Porém, há opções de empréstimos que são mais vantajosas, como é o caso do empréstimo com garantia. 

Garantia

No financiamento, é comum que a instituição peça alguma garantia pelo crédito, que pode ser o próprio bem. No caso de inadimplência, é necessário devolver o bem dado como garantia, diferente do que ocorre com empréstimos. 

Crédito 

O financiamento envolve uma análise de crédito mais cautelosa do que o empréstimo. Por essa razão, pode resultar em créditos mais altos e prazos maiores, diferente do que ocorre com crédito pessoal, em que o valor liberado é mais limitado e os prazos para a quitação da dívida são menores.

Empréstimo e Financiamento: Como Escolher?

Depois de ler sobre essas duas modalidades, já deu para perceber que há uma grande  diferença entre empréstimo e financiamento.

Você deve ter percebido que financiamento imobiliário e crédito com garantia de imóvel são operações bem diferentes. A escolha vai depender do seu momento de vida e de qual o destino que você dará ao dinheiro.

Com o crédito com garantia de imóvel, você pode contar com flexibilidade no pagamento das parcelas além de um prazo de até 20 anos para pagar.

O Que Preciso para Fazer um Empréstimo com Garantia de Imóvel?

emprestimo-ou-financiamento-qual-escolher

Quando você escolhe realizar um empréstimo com garantia de imóvel, é preciso que este bem seja oferecido como garantia do pagamento das parcelas.

O imóvel fica alienado em nome da empresa que ofereceu o crédito e você tem a posse indireta enquanto durarem as parcelas. Ou seja, você pode continuar usando seu imóvel normalmente.

Quando o empréstimo for quitado, a propriedade direta retorna para você e o imóvel voltará a constar apenas em seu nome. 

Por ter um imóvel como garantia de pagamento, você consegue empréstimos de até 50% do valor total de avaliação do imóvel.

Para a liberação do valor, são feitas análises das suas informações pessoais e também dos documentos do imóvel colocado como garantia.

Essa modalidade de crédito é perfeita para quem quer obter créditos com taxas baixas e prazos muitos mais longos para pagar. 

Aqui na Pontte, você define quando vai começar a pagar seu empréstimo e ainda tem carência de até seis meses. Faça uma simulação!

Conclusão

Ainda que haja diferença entre empréstimo e financiamento, ambas as modalidades são importantes formas de conseguir crédito, seja para realizar sonhos, investir em educação ou acelerar o crescimento da empresa.

Portanto, o modelo mais vantajoso irá depender do seu objetivo e da sua situação atual. Análise, compare as opções e pondere as taxas de juros antes de determinar qual a opção ideal para você.

Se você tiver dúvidas, conte para a gente nos comentários e não deixe de conferir os outros conteúdos aqui do blog!

Evandro

Evandro

Evandro Diegues é Analista de Marketing na Pontte. Publicitário com experiência em atendimento, deu uma virada na carreira ao entrar na empresa. Quer levar informação de qualidade às pessoas e mostrar que sim, existe crédito justo e saudável no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *