Blog da Pontte

No Blog da Pontte você encontra dicas sobre empréstimo, finanças, empreendedorismo e todas as informações sobre crédito imobiliário.

Blog da Pontte - Fintech de Crédito 100% Online

7 dicas para pequenas empresas enfrentarem a crise

A crise da pandemia do novo coronavírus trará muitas mudanças para o cenário econômico do Brasil e do mundo. Neste momento, as discussões giram em torno de como a sociedade vai se recuperar depois que a crise passar. Para os pequenos negócios e empreendedores de médio porte, em especial, esse é um momento bastante desafiador. Com a recomendação do fechamento dos comércios não essenciais no país por conta da quarentena, é muito importante prestar atenção no controle de caixa da empresa. Separamos algumas dicas para pequenas empresas enfrentarem a crise. Elas parecem básicas, mas talvez ainda não estejam no seu radar:

1 – Cheque suas reservas

Analise sua reserva financeira e, com base nos seus últimos gastos, projete até quando ela vai durar. Você precisa saber disso! Olhe para seu caixa e, caso não haja dinheiro suficiente,  pense em um plano de cortes, repense investimentos, reavalie seu controle de estoque para evitar perdas, entre em contato com fornecedores e tente renegociar contas a pagar.

2 – Reveja seus gastos

Reavalie absolutamente todas as despesas. Essa é uma das principais dicas para donos de pequenas empresas! Sabe o plano de internet e telefonia que você tem contratado? É muito provável que, ao entrar em contato com a operadora, você consiga negociar a diminuição da tarifa. Identifique o que é essencial e o que pode ser cortado. Além disso, você pode revisar todos os contratos de prestação de serviços, aluguel e buscar diálogo com os fornecedores, com o objetivo de reduzir esses custos. São boas estratégias para cortar gastos antes de atingir as pessoas que trabalham dia a dia para fazer o seu negócio dar certo: seus funcionários.

3 –  Planejamento é essencial

É primordial que você faça um planejamento para os próximos meses. Avalie detalhadamente a operação e identifique pontos onde a paralisação está afetando mais. Acompanhe a evolução da pandemia e os desdobramentos que as decisões do governo podem causar no seu negócio. Isso é especialmente importante para pequenas e microempresas. Pense em um plano de ação para o futuro e em maneiras de reduzir os impactos negativos.

4 – Busque alternativas 

Invista em atendimento remoto, comércio eletrônico e delivery para tentar equilibrar a queda no faturamento de outros canais de venda. Entenda as novas necessidades dos seus clientes e encontre novas maneiras de continuar atendendo, mesmo que à distância. Ou seja, aproveite essa fase para pensar em ideias inovadoras para seu negócio. 

5 – Use o Marketing Digital

O marketing digital pode ser uma ferramenta poderosa na hora de atingir clientes que você antes atenderia cara a cara. Invista na sua presença nas redes sociais e busque referências para produzir conteúdo e enriquecer seus perfis; forneça dicas valiosas e mostre o valor do seu produto. Humanize sua marca compartilhando os bastidores do seu negócio.
Como? Por exemplo: se você tem um restaurante que oferece o serviço via delivery, mostre os cuidados que está tomando com o preparo das refeições e a higiene dos funcionários. Aplicativos como o Instagram, WhatsApp Business, IFood, Rappi, e Zoom podem ajudar. 

6 – Mantenha a calma

Busque relaxar e confraternizar mesmo que à distância com os amigos. Tire um tempo para você. Assista àquela lista de filmes salva na Netflix que você ignora a tanto tempo. Portanto, aproveite o parte desse período para curtir com os filhos e estar ainda mais próximo da educação deles. Além disso, respeite as orientações dos especialistas, pois é essencial que você cuide da sua saúde e da saúde dos seus colaboradores. Essa pandemia vai passar. Precisamos entender que essa crise é real e preocupante, mas vamos superá-la juntos. 

7 – Busque alternativas de crédito

Mais uma dica de ouro para pequenas empresas: informe-se sobre os pacotes de medidas que o governo preparou para empresas com dificuldades financeiras durante a pandemia. Se você é um pequeno empresário, está precisando fluxo de caixa neste momento e não pode esperar os benefícios divulgados pelo governo, usar seu imóvel como garantia de um empréstimo pode ser a oportunidade de conseguir crédito muito mais barato, humano e flexível. 

A Pontte, por exemplo, oferece empréstimos a partir de R$ 30 mil, taxas que começam em 0,85% ao mês e com um prazo muito maior para pagar: até 240 meses. Tudo isso de forma rápida, prática e 100% online. E você ainda pode usar a grana como quiser. Clique aqui e faça a simulação. 

Evandro

Evandro

Evandro Diegues é Analista de Marketing na Pontte. Publicitário com experiência em atendimento, deu uma virada na carreira ao entrar na empresa. Quer levar informação de qualidade às pessoas e mostrar que sim, existe crédito justo e saudável no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *